Buscar
  • Ana Cláudia

Que brincadeiras estimulam o bebê de até 12 meses?

A criança inicia o desenvolvimento do seu psiquismo já na fase intrauterina, sendo capaz de sentir tudo o que a mãe sente e continuará incorporando o clima afetivo do ambiente mesmo após o nascimento. Portanto,


Um ambiente calmo tranquilo e seguro, fará com que o bebê seja mais feliz.



Conversar com o bebê na barriga, cantar para ele, acariciar o barrigão e encher a casa de música, são estímulos muito importantes para a formação da criança.


Aos três meses de idade aparece a primeira conduta inteligente do bebê, que é a sua capacidade de brincar. E o seu primeiro brinquedo são as suas próprias mãozinhas. O bebê olha para as suas mãos, coloca-as na boca, descobre os dedinhos e fixa o seu olhar neles, observando os seus movimentos. Esse é o jogo mais remoto da criança.

Em seguida ela consegue produzir alguns sons, o que lhe traz imenso prazer e alegria.


Aparece também o que também chamamos de as primeiras tentativas do jogo de esconder – quando ela tenta cobrir o rostinho com o lençol.


Entre os três e os oito meses, a criança desenvolve brincadeiras com o seu próprio corpo: Vira-se, rola, mantém a cabeça em pé, estende a mão para pegar um objeto, senta-se. As pernas e pés passam as fazer parte dos seus jogos corporais.


Os brinquedos prediletos, nessa fase, são todos aqueles que estimulam os sentidos da criança: objetos coloridos, com textura e formas diferentes, móbiles, chocalhos, brinquedos flexíveis, coisas que se encaixam. Os chocalhos são muito importantes, pois como fazem barulho ela o explora de todas as maneiras e tenta reproduzir os sons que ela escuta no ambiente.


Aos cinco meses de idade, a criança já aprendeu a brincar de esconde-esconde com um paninho e essa brincadeira é muito importante, pois fará com que a criança perceba que a mãe some quando ela cobre o rosto e volta a aparecer quando ela o descobre. Sabe por que essa brincadeira é importante?


Porque ajuda a criança a se separar da mãe.

– Como assim? Você me pergunta.


É o seguinte:


Com oito meses, aparece a primeira angústia da criança: A Angústia da Separação. Ela chora quando está diante de estranhos e teme que a mãe suma. Brincando de esconde-esconde, ela aprende que a mãe some diante dos seus olhos, mas que volta. Assim, ela se acalma.


Por volta dos nove meses, ela já começa a brincar de teimar diante do NÃO. Olha para a mamãe e ri quando vai mexer em algo que sabe que a mamãe não gosta.

Com dez meses ela brinca com os seus genitais e adora enfiar o dedo em buracos. Principalmente nas tomadas.


Até um ano, os melhores brinquedos são aqueles que estimulam os cinco sentidos: tato, paladar, olfato, visão e audição. Os brinquedos que auxiliam do domínio dos movimentos também são ótimos: tambores, maracas, chocalhos, colheres, panelas com tampas, bichinhos de borracha e de pelocia, móbiles, músicas, objetos sonoros e flexíveis, caixas, cubos de encaixe, bolas.

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo